Dra, eu desejo…

Ano novo, vida nova!

Já imaginou que legal seria se existisse uma máquina que te fornecesse a cinturinha de pilão ou a barriga chapada daquela musa fitness, ou o narizinho empinado daquela atriz famosa, ou o peitoral definido daquele ator badalado?

Seria o máximo, né?

E é assim que muita gente enxerga a cirurgia plástica…quase como se a cirurgiã fosse uma maga suprema capaz de realizar os desejos de seus pacientes! Uma pena que não funcione exatamente assim!

Claro que, quando falamos de mudanças e de reparação da forma e da função corporal, a cirurgia plástica é a especialidade da medicina capaz de ajudar sim e muito! Mas a ciência não faz tudo sozinha…

Em primeiro lugar, precisamos entender que cada indivíduo vai ter uma base óssea (que também contribui para a forma corporal), e uma qualidade de pele (mais flácida, mais tonificada…), influenciada por uma herança genética e por um estilo de vida muito próprios de cada pessoa… por isso, cada um vai alcançar um resultado diferenciado (mais ou menos satisfatório com a cirurgia) e extremamente individualizado…não é como uma linha de produção em massa!

O paciente que busca pela cirurgia plástica deve compreender, acima de tudo, que a cirurgia tem que ser encarada como o complemento ou o pontapé inicial pra aquela pessoa que se comprometeu com um estilo de vida saudável!!! Afinal, depois da cirurgia, o resultado alcançado pela ciência deverá ser mantido e melhorado (por que não?) por você (com alimentação equilibrada, atividade física, hábitos saudáveis). Infelizmente, a cirurgiã não é a maga suprema dos quadrinhos que trabalha sozinha…nesses casos, médico e paciente são parceiros se comprometendo e trabalhando juntos!

Então, desconfie se te falarem que “o peito nunca mais irá cair com essa cirurgia” ou “você nunca mais vai engordar com essa lipo” ou “vai ficar igual ao da atriz famosa”.

Além do que, falamos de cirurgia e de medicina, e obviamente isso não é como um “tapa no visual”…implica na existência de riscos cirúrgicos, anestésicos, benefícios, necessidade de cuidados pós-operatórios, investimento financeiro, psicológico, emocional…e portanto, tudo isso deve valer a pena…por isso, a necessidade de discutir previamente com sua cirurgiã o que lhe incomoda, o que pode ser feito, quais os benefícios e limitações, as indicações dos procedimentos, como será o pós-operatório, medidas de segurança…o que somente a especialista em cirurgia plástica poderá discutir, com toda preparação necessária, com você!

Conscientização é o primeiro passo para o sucesso de uma cirurgia!

Então, vem conversar com a sua cirurgiã plástica!

Vai ser um prazer te receber!

#rayssasauaia

#cirurgiaplastica

#transformandoarteemsaude

#cirurgiaplasticaporamor

Botox: por que aqui não vale o conselho “De graça até injeção na testa”?

Senta que lá vem história…falando sobre toxina botulínica.

Espero que gostem!